E esse nome, hein?!

“Chutar a escada” é uma expressão criada pelo economista alemão Friedrich List, um dos autores clássicos da chamada escola nacionalista de Economia Política.

Em meados do século XIX, List argumentava que as nações industrializadas tinham chegado a tal estágio de desenvolvimento econômico por meio de proteção tarifária a suas indústrias nascentes e restrições ao livre comércio e livre navegação. O fato de que agora essas nações defendiam a ideologia do livre comércio e da livre navegação dos mares nada mais seria do que tirar a escada do desenvolvimento econômico do alcance das economias mais frágeis, que não teriam capacidade de sustentar a livre concorrência contra as nações industrializadas.

A expressão foi ressuscitada pelo economista sul-coreano Ha-Joon Chang, em seu livro de 2002 “Chutando a Escada: Estratégias de Desenvolvimento em Perspectiva Histórica”. Mais de um século e meio depois de List, Chang aponta para as mesmas hipocrisias da ideologia liberal contemporânea: a maioria das nações ricas e industrializadas utilizou estratégias protecionistas para alcançar esse estágio de desenvolvimento, e hoje tenta impedir que outros países façam o mesmo.

Esse podcast presta homenagem a expressão em um sentido bem mais amplo: chutar pra longe a hipocrisia e as ideias pré-concebidas sobre desenvolvimento econômico e política internacional que infestam o senso comum.

Escreva pra gente

Você pode mandar comentários, perguntas, sugestões e críticas para:

perguntas (arroba) chutandoaescada.com.br

 

Ou você pode preencher o formulário abaixo:

Quem somos?

Filipe Mendonça é professor da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e doutor em Relações Internacionais pela UNICAMP.

Você pode saber mais do Filipe aqui, aqui e aqui.

Geraldo Zahran é professor da PUC-SP, e doutor em Estudos Internacionais pela Universidade de Cambridge.

Você pode saber mais do Geraldo aqui, aqui e aqui.

O que é?

O Chutando a Escada é um podcast semanal sobre temas de política internacional.

Política, economia, diplomacia, comércio, direitos humanos, meio ambiente, gênero, sociedade civil, guerra e paz, tudo pode ser tema de uma conversa descontraída.

Falamos também da área de estudo das Relações Internacionais, no Brasil e no mundo, tentando sempre contar com convidados que sabem do que estão falando.

O podcast preza pelo bom senso, pelo diálogo, pela troca de ideias e pontos de vista diversos.

Mas não espere nenhum compromisso com a imparcialidade. Quer ficar em cima do muro, pode tentar subir. Aqui a gente chuta a escada!