Antissemita, nacionalista, gênio da música e um crápula, Richard Wagner (1813-1883) teve sua obra apropriada pelo Terceiro Reich (e por Roberto Alvim, versão jabuticaba do Joseph Goebbels). Neste episódio, David Magalhães (FAAP, PUC/SP) fala sobre a revolução musical de Wagner, a estética nazista e cultura em tempos de obscurantismo.

Para apoiar o Chutando a Escada, acesse chutandoaescada.com.br/apoio

Comentários, críticas, sugestões, indicações ou dúvidas existenciais, escreva pra gente em perguntas@chutandoaescada.com.br

Participaram deste episódio:
Filipe Mendonça – twitter.com/filipeamendonca
Geraldo Zahran – twitter.com/gnz20
David Magalhães – twitter.com/davidmagalhaes

Trilha sonora:
-Die Walkure, Act III: Ride of the Valkyries
– Wagner: Tannhäuser, WWV 70 – Overture
– Wagner’s The Mastersingers of Nuremberg
– Richard Wagner – Tristan Und Isolde – Prelude | Daniel Barenboim, Bayreuth Festival
– Richard Wagner – Lohengrin – Prelude
– Wagner: Götterdämmerung – Concert version / Dritter Aufzug – Siegfried’s Funeral March
– Wagner: Parsifal, WWV 111 – Prelude
– Richard Wagner – Rienzi Ouverture
– Wagner: Tristan und Isolde / Act 3 – “Mild und leise wie er lächelt” (Isoldes Liebestod) (Isolde)

6 comments on “Richard Wagner, os nazistas e o olavismo
  1. Gostaria de solicitar ao convidado deste episódio, se possível, dicas de bons livros sobre a história da música clássica e desde já apoiar um novo quadro do programa que aborde essa história com a participação deste convidado. Parabéns pelo trabalho de vocês! Acompanho o podcast desde o início de 2019. É magnífico como vocês conseguem abordar os assuntos da atualidade de maneira magistral conforme a proposta do podcast.

    1. Geraldo Zahran disse:

      Obrigado pelo comentário, Igor.

      Vamos pedir indicações pro David e damos um retorno.

  2. Anderson disse:

    Nossa o convidado fugiu muito do tema, ficou falando dele, não gostei, mas paciência continuo, fiel seguidor

    1. Geraldo Zahran disse:

      Poxa, Anderson.

      A gente tava contextualizando, o que um prof. de Relações Internacionais entende de música clássica?!

      Dá uma adiantada pro assunto principal quando for assim, tem muita coisa boa no episódio.

      Valeu pelo contato.

      Grande abraço!

  3. Willian Augusto disse:

    Para quem se interessar o “Pipoca que Nanquim” trouce para o brasil o quadrinho baseado na obra de Wagner “O anel de nibelungo”. 

    1. Geraldo Zahran disse:

      Ótima dica, Willian!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *