Num papo que mistura política externa, teoria marxista e desenvolvimento, o Felipe Antunes de Oliveira (Queen Mary University of London) veio nos contar um pouco sobre a sua pesquisa e sua atuação na diplomacia brasileira. Falamos um pouco sobre como pensar o internacional para além do Estado e sobre os ciclos neoliberais e neodesenvolvimentistas no Brasil. Afinal, vale a pena continuar pensando na promessa do desenvolvimento?

Para apoiar o Chutando a Escada, acesse chutandoaescada.com.br/apoio

Comentários, críticas, sugestões, indicações ou dúvidas existenciais, escreva pra gente em perguntas@chutandoaescada.com.br

Participaram deste episódio:
Geraldo Zahran – twitter.com/gnz20
Carolina Pavese – facebook.com/carol.pavese.7
Felipe Antunes de Oliveira

Alguns artigos do Felipe:
O problema da multiplicidade política para o materialismo histórico: as análises dos sistemas-mundo e o desenvolvimento desigual e combinado, Textos de Economia (2014);
Development for whom? Beyond the developed/underdeveloped dichotomy, Journal of International Relations and Development (2019);
The rise of the Latin American far-right explained: dependency theory meets uneven and combined development, Globalizations (2019);

Citados no episódio:
-Chute 131 – Um espectro ronda as RI, com Tatiana Berringer
-Leon Trotsky – A Revolução Permanente
-Karl Marx – O Capital

Trilha sonora:
-Anitta, Girl from Rio
-Actitud Maria Marta, Estado Resignado
-Ana Tijoux, Antifa Dance
-Ana Tijoux & Emicida, Somos sur

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *