Conversamos com o Camilo López (Universidad de la República, Montevidéo) sobre neopatriotismo e as novas direitas na América Latina. Ele nos conta como essas direitas se inserem num movimento global amplo de internacionalismo reacionário, mas ressalta as especificidades da inserção latino-americana nessa guinada conservadora. Confira!

Para apoiar o Chutando a Escada, acesse chutandoaescada.com.br/apoio

Comentários, críticas, sugestões, indicações ou dúvidas existenciais, escreva pra gente em perguntas@chutandoaescada.com.br

Participaram desse podcast:

Participaram deste episódio:
Geraldo Zahran – twitter.com/gnz20
Débora Prado – twitter.com/debfbp
Camilo López – twitter.com/camilolpzbrn

Acesse aqui o artigo que foi discutido no episódio: Internacionalismo reaccionario y nuevas derechas neopatriotas latinoamericanas frente al orden internacional liberal

Já conhece o Observatório da Extrema Direita? Confira aqui!

Citado no episódio:
-Chute 215 – Autoritarismo e forças armadas no Brasil
-Débora Prado e Lara Selis – Política Externa do Governo Bolsonaro e a Aliança Transnacional Antigênero

Conheça alguns outros trabalhos do Camilo sobre o tema:
Uruguay in the Pandemic amid the Return of the Right: Becoming an Enclave
El Brasil de Bolsonaro, las Orientaciones Posibles de su Política Exterior y el Futuro del Regionalismo en Sudamérica
Uruguay, los Regionalismos y la Integración Regional: el Partido Nacional, su Neoherrerismo y la Desvinculación de la Región como Estrategia

Trilha sonora:
-Hugo Fattoruso, Se abre el portón
-Jaime Roos, Los Futuros Murguistas
-Los Mareados, No Te Podés Quejar
-Pitufo Lombardo & Marcel Keorogliás, Saludo a los barrios
-Don Timoteo, Presentación
-Don Timoteo, Despedida ‘a la Oportunidad’

1 comment on “Neopatriotismo de extrema direita
  1. Narciso Pareja disse:

    Salve, galera!
    Hoje meu comentário aqui é mais um pedido de auxílio. Nosso Grupo de Assessoria a Imigrantes e Refugiados da UFRGS (GAIRE) tem auxiliado algumas famílias de antigos assistidos nossos que estão em fuga do Afeganistão, estamos tentando reuni-los com seus entes queridos aqui no Brasil.
    Uma destas famílias estava em risco ainda maior que outras, pois um dos irmãos era repórter numa rede de TV que cometia o “absurdo” de promover mensagens de valores democráticos e liberdade de expressão, além de ter sido secretário do ex-prefeito de Cabul. O Talibã tem uma ordem de apreensão e “interrogatório” em nome dele. Desde 2019 tentávamos conseguir vistos para eles, mas os setores consulares de embaixadas da região “perdiam” os processos.
    POR FIM, depois de muuuito esforço, eles conseguiram o visto (que está muitíssimo mais difícil do que o presidente quis dar a entender na ONU). Agora falta o dinheiro para as passagens. A família fugiu só com a roupa do corpo, o irmão que está no Brasil é um refugiado que não tem condições de pagar as passagens.
    Por isso o GAIRE e o projeto @des.orientese se uniram para organizar uma vaquinha solidária para resgatar esta família. Mas com as novas ameaças de restrição e governo paquistanês agindo bem arbitrariamente quanto aos afegãos que estão por lá, é algo meio urgente prum valor tão alto!
    Agradeceríamos MUITO se puderem divulgar!
    https://abacashi.com/p/ajude-uma-familia-afega-a-chegar-ao-brasil

    Gratos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.